Juntamente com um grupo de 500 mulheres Katenya (foto) está orgulhosa das cestas de primeira classe que fazem. Essa habilidade elas aprenderam de seus ancestrais.